quinta-feira, 23 de março de 2017

Sem medo



Inicialmente não precisa ser perfeito. Precisa ser feito. Necessita sair do papel. Deve ganhar asas. Tem que ter o sopro da vida e ser. Partir do mundo das ideias. 

Se tornar real. 

Meu desafio, meu calcanhar de Aquiles, minha pedra no sapato, a pedra no meio do caminho. Tudo que nascia, travava, era podado, se desmanchava em minhas mãos. 

Por causa da minha bagagem, das minhas defesas, meus medos. Dar vazão ao ser e tornar-se, finalmente, quem sempre fui tinha status de urgência. Sem barreiras, contratempos, empecilhos. 

De grão em grão, sem espaço para olhares de condenação. A essência da felicidade e a paz interior seriam forças, grandes aliadas, nessa grande batalha que começava e empreender. 

Os caminhos e a vida


Quem sou eu? Quem eu sou?


quarta-feira, 22 de março de 2017

A beleza encontra-se na simplicidade


Ao acordar preciso lembrar

         

É como se fosse uma oração. todos os dias, ao abrir os olhos, eu preciso lembrar os motivos de querer seguir. Recordar daqueles que são caros, dos momentos de conquista, de partilha, de alegria. 
Recarrego minhas baterias e sinto que sou muito mais.

Deixar o peso para trás, as mágoas, arrancar as ervas daninhas que insistem em atormentar a mente e levar embora a paz.

E não são só estes sentimentos, muitas pessoas se traduzem em embaixadores da dor, da dúvida, da incerteza e da solidão.

E a alma se prepara para a luta diária, e tento me proteger. Quero o sol, quero a energia, a vitalidade da vida, preciso alimentar meus sonhos.

 Quero ser melhor. 
 

terça-feira, 14 de março de 2017

Felicidade é tudo


Há tempos não olhava o significado de uma palavra no dicionário. Não da forma habitual, tirando-o da estante e buscando um sentido para a palavra no índice. 

Fazia mais na busca no Google. 

Mas naquele dia, eu não queria ligar o computador ou buscar o celular.

Meu desejo maior era compreender a função de "aviltar" naquela sentença:   
"Acham mais negócio manter boas relações com exemplares dessa raça que lhe asseguram restos de comida e outras concessões que nos aviltam". 
                     (Confissões de um vira-lata. Orígenes Lessa. Pág 14.)

E então, veio a luz. Se a melhor escolha é manter boas relações ao invés de humilhar com essa raça.

Que assim seja.
E que seja melhor ainda.

E porque não com todas as raças, seres, povos ou nações.
Que fique para nós,assim, tal lição.



sábado, 4 de março de 2017

Feeling good





O mundo não para. Posso estar no céu ou não. Posso estar aqui ou não. Posso estar em qualquer lugar. Pode haver desespero, pode haver paz. Posso querer ir, posso querer ficar. 

Não para nem por um segundo. Segue seu fluxo, ininterrupto, seguindo seu curso. Sonho em mudar, quero mais, segue seu fluxo, não deixa de seguir. 

Me transformo, metamorfose. Saiu do casulo. Então, sei voar. Cá estou vendo o mundo em sua empáfia se transformar. 

Certo ou errado. Sigo contra a maré. Porém, não faço progresso. Pois, tudo se vai. 

Não é mais, por mais que eu queira, resista, relute. Se vai, dilui. Não é. Já foi. 

Resta o não ser. 
Resta ver.
O que resta? 
Alguém se habilita a dizer.